sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Quando o bebê vai mexer pela primeira vez?

Olá meninas!!!
Na expectativa... 
Já estou com 22 semanas e ainda não senti meu gatinho mexer, aliás, senti apenas umas sensações de tremor há alguns dias atrás, não sei se era ele fazendo arte, ou se eram apenas gases... rsrsrs... 
Li o artigo abaixo sobre o assunto e achei interessante, talvez seja inexperiência, talvez sejam os tais gases, talvez seja pelo fato de eu estar acima do peso quando engravidei, aí as gordurinhas estejam atrapalhando... Enfim, o fato é que estou só na expectativa para sentir as travessuras do meu gatinho, assim como vejo no US. 
Afff... Fazer o que né, só me resta ter paciência... 
"Qual grávida não fica na torcida para sentir os movimentos do bebê na barriga. A expectativa é ainda maior para as mães de primeira viagem porque não sabem como será. “As primeiras mexidas podem ser confundidas com gases, ronco no estômago ou uma leve cólica, mas logo a mãe percebe que é algo que se movimenta abaixo do umbigo”, afirma o ginecologista e obstetra Djalma da Cruz Gouveia. 
Quando o bebê mexe, a gravidez se torna concreta para a mãe, mesmo que já estivesse comprovadíssima nos exames de ultra-som. “Ao sentir os movimentos do feto, a grávida se reassegura de sua presença. Esse momento é especial para reforçar o vínculo entre mãe e filho”, afirma a psicóloga Ana Merzel.  

Na segunda gravidez, fica mais fácil identificar as mexidas do bebê. Mulheres acima do peso podem ter mais dificuldade para sentir o bebê mexer porque a camada de gordura na região do abdômen dificulta a percepção.

Primeiros movimentos
Você não sente, mas seu bebê pode estar se mexendo no útero a partir da 10ª semana de vida. Antes disso, fazia movimentos, mas ainda não tinha o esboço de braços e pernas que agora possui. Você não percebe porque a quantidade de líquido amniótico que envolve o feto (cerca de meio litro) é muito maior do que seus 2,5 centímetros de comprimento e 3 gramas de peso. É entre a 18ª e a 20ª semana que as primeiras sensações de movimentos do bebê — então com cerca de 18 centímetros e 500 gramas — chegam para a maioria das mães. 
Nesse início, a percepção é de um movimento suave. “Em geral, as mães o descrevem como algo que passa de um lado para outro dentro da barriga, como se fosse um peixe nadando, ou então como pequenas explosões”, diz o ginecologista Walter Banduk Seguim. Segundo ele, a sensação vem mais do deslocamento da água que o feto provoca do que dos choques com o organismo materno. “Só cerca de 3 a 4 semanas depois é que a mãe sente o que descreve como chute do bebê. E não é necessariamente um chute. Pode ser um soco ou uma cabeçada”, diz. 

Espreguiçadelas 
O amadurecimento do sistema nervoso do feto é que determina a coordenação de suas ações, como levar a mão ao nariz, à boca, ao olho, piscar ou engolir. Por volta da 24ª semana, um movimento que começa a ficar frequente é o espreguiçar. O bebê estira os braços e as pernas várias vezes, como um exercício para fortalecer os músculos. “À medida que as espreguiçadelas se tornam mais definidas, aparece na barriga da grávida um calombinho. Em geral, é o calcanhar do bebê”, diz Seguim. Em torno da 32ª semana da gravidez, segundo os especialistas, muitas grávidas têm a sensação de outro movimento, que se repete um após outro, lembrando um soluço. “É o bebê simulando a respiração. Embora esteja num meio líquido e não use os pulmões, ele movimenta a musculatura respiratória como num treino”, afirma Seguim. 

De olho no ritmo 
Assim que os movimentos do bebê se tornam perceptíveis, os médicos recomendam às mães ficarem atentas ao seu ritmo. “Isso é especialmente importante para a mulher que apresenta uma gestação de risco, como a grávida hipertensa ou com diabete, pois a diminuição dos movimentos pode ser um sinal de má oxigenação fetal”, esclarece Seguim. O ritmo das mexidas, segundo ele, mostra-se mais preciso a partir da 34ª semana, quando se estima que a grávida sinta de sete a oito grandes movimentos do bebê por hora. Alguns bebês mexem muito e outros, pouco. Por isso não adianta ficar comparando o ritmo do seu bebê com o de outras gestantes. Para descobrir qual é o ritmo do seu filho, faça o seguinte: durante três noites, ao deitar-se, procure prestar atenção só no bebê, sem se distrair. “A mãe vai notar um padrão de movimentos e assim perceberá quando o filho está mexendo mais ou menos”, diz Seguim. 
Segundo os especialistas, as mães também costumam notar que ele se agita mais quando conversam com o filho ou quando alguém de quem gostam se aproxima. “Nesses momentos, o bebê é estimulado pela liberação de hormônios da mãe. Ele se movimenta pela ação da adrenalina ou se tranquiliza por causa da endorfina”, afirma Gouveia. Uma outra relação que as gestantes costumam fazer é que o filho parece chutar mais à noite, quando elas dormem. “A grávida é que sente mais as mexidas quando está deitada e relaxada. O bebê não tem percepção de dia ou noite. Ele dorme quase o dia inteiro, o que não significa que fique quieto. Há fases no sono em que há superagitação”, diz Seguim. Ele lembra que as mães têm ainda a impressão de que os bebês mexem menos quando uma mão fria pousa em suas barrigas. “A percepção do movimento é que diminui, porque a musculatura da barriga se contrai”, esclarece."
http://revistacrescer.globo.com

11 comentários:

  1. Ixi Mi,eu tmb demorei para sentir aquelas mexidonas mesmo sabe, antes eu sentia bem fraquinho e não sabia dizer se era ele ou não,mas era com certeza...rs depois agente aprende a diferenciar os gases das mexidinhas...rsrs

    Mas depois minha amiga,tu vai ver o que é bom...rsrs
    ele vai mexer como nunca, vai fazer cada calombão, se prepare...rs
    bjos

    ResponderExcluir
  2. Eu também não vejo a hora! Outro dia eu senti como se fosse umas bolinhas de ar estourando abaixo do umbigo mas não tenho certeza se eram eles ou se era outra coisa... rsrs
    Beijão!

    ResponderExcluir
  3. Nossaaaaa, sei como está se sentindo. Também passei por isso, mais fica tranquila..logo logo ele irá se mexer. Estou te seguindo viuu...passe lá no meu espaço! Bjokas, e boa sorte aí.

    ResponderExcluir
  4. OLÁ MICHELE, VIM AGRADECER A PARTICIPAÇÃO NO SORTEIO E A DIVULGAÇÃO. PARABÉNS PELO MOMENTO LINDO QUE ESTÁ VIVENDO, ONTEM MINHA FILHA MAIS VELHA FEZ 8 ANOS, PARECE QUE FOI ONTEM ELA NASCEU, MINHAS FILHOTAS SÃO MINHAS RIQUEZAS. APROVEITE MUITO ESSE MOMENTO. BEIJOCAS E ÓTIMO FIM DE SEMANA...

    ResponderExcluir
  5. Tem selinho pra vc no meu Blog... bjs

    ResponderExcluir
  6. As primeiras mexidas parecem gases mesmo!!! Dependendo ele já mexe e você nem sabe! hehehe

    Mas quando ele mexer e você tiver certeza, vai ser emoção pura, com certeza!
    Já já chega a hora, se é que já não chegou!
    Beijo!!

    ResponderExcluir
  7. Mih, qual o nome do bebê?! Já decidiram?
    Bjsss

    ResponderExcluir
  8. Xiii a gente fica na expectativa mesmo da mexida! mas depois vc vai até pedir para o bb parar de mexer um pouco para vc dormir! heheheh

    Obrigada pelo recadinho!
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Oiee Michele...olha deu um probleminha no computador..então tive que pedir ajuda ao meu irmão pra arrumar pra mim..hehehe...mais ja postei o selinho, desculpe! Boa noite

    ResponderExcluir
  10. Olá Meninas eu também já senti mexer estou de 11 semanas mas não sei se é gazes ou o bebe mexendo.

    ResponderExcluir
  11. Sinto mais pela manha ao levantar,mas será o bebe mesmo.estou ansiosa

    ResponderExcluir